Comércio no centro de SP ignora quarentena e reabre no 1º dia da flexibilização



No primeiro dia do ciclo de flexibilização da quarentena em São Paulo, medida que permitirá a reabertura de estabelecimentos não essenciais, comerciantes da região do centro da cidade descumpriram decreto estadual e atenderam a clientes no interior de seus estabelecimentos no bairro do Brás.

Nesta segunda-feira (1), a prefeitura começou a receber os protocolos de prevenção da Covid-19 dos setores que poderão reabrir, entre eles shoppings, imobiliárias, concessionárias de veículos, comércios de rua e escritórios.

As medidas apresentadas pelos setores para a reabertura gradual ainda precisam ser aprovadas pela gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) desde que se enquadrem nas exigências da Vigilância Sanitária e com restrições, uma vez que a quarentena na cidade foi renovada até o próximo dia 15.

Lojas de roupas no bairro do Brás, no entanto, começaram a atender os clientes na manhã desta segunda. Os comerciantes argumentaram à reportagem terem entendido que seria permitido a abertura.
Leia mais (06/01/2020 – 21h46)

Fonte do link