Com quase 2 m, brasileira se destaca no basquete dos EUA



Quando as atletas da seleção brasileira feminina de basquete chegam ao ginásio para treinar, às vésperas da estreia nos Jogos Pan-Americanos de Lima, Stephanie Soares se destaca em meio às demais.

Mesmo num esporte acostumado com a presença de gigantes, a ala-pivô de 1,98 m chama a atenção por ser bem mais alta do que a maioria de suas companheiras. A média de altura das brasileiras convocadas para o Pan é 1,80 m.

Mas esse não é o único trunfo da caçula da equipe. Aos 19 anos, ela disputa a NAIA, segunda liga universitária em relevância nos Estados Unidos (EUA) -atrás da NCAA- pela The Master’s University, da Califórnia. Em sua primeira temporada, Stephanie registrou média de 16,2 pontos, 13,4 rebotes e quase cinco tocos por partida.
Leia mais (08/06/2019 – 02h00)

Fonte do link