Com metade do total de doses entregues, Butantan aguarda novo lote de insumos para manter produção da Coronavac



O governo de São Paulo e o Instituto Butantan entregaram um novo lote de um milhão de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde na manhã desta quarta-feira (16), chegando assim a um total de 50,012 milhões de doses destinadas à campanha de vacinação nacional contra a Covid-19.

O quantitativo equivale à metade do total de 100 milhões de doses que faz parte do acordo do instituto com a pasta. A previsão é de completar os 100 milhões até o final de setembro, mas as próximas entregas dependem da chegada de mais IFA (ingrediente farmacêutico ativo).

As doses serão encaminhadas ao PNI (Programa Nacional de Imunizações), para serem distribuídas proporcionalmente aos estados.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acompanhou a entrega ao lado do secretário estadual da saúde, Jean Gorinchteyn, Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações (PEI), e Dimas Covas Tadeu, diretor do Instituto Butantan em uma entrevista para jornalistas na manhã desta quarta.

A entrega é a terceira realizada em menos de uma semana. Na sexta-feira (18), um novo lote deve ser entregue, com 2,2 milhões de doses.

Assim, até o final desta semana o instituto chega ao total de doses produzidas com a última remessa de IFA, entregue no dia 25 de maio, equivalente a 5 milhões.

Agora, as próximas entregas do instituto devem enfrentar novamente desafios na produção. Isso porque a produção da Coronavac ficou paralisada por quinze dias após problemas no envio de lotes da matéria-prima pelo governo chinês.
Leia mais (06/16/2021 – 09h27)

Fonte do link