Com mais de 10,9 mil casos de Covid-19, MG confirma mais 11 mortes em 24 horas


Minas Gerais deve chegar à marca de 11 mil casos de coronavírus ainda nas próximas horas caso seja mantida a tendência de crescimento dos últimos dias. Entre segunda-feira (1º) e esta terça-feira (2), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) confirmou a existência de mais 269 infectados em municípios da região. Balanço publicado nesta manhã aponta que são 10.939 casos de Covid-19 em Minas Gerais, sendo que 289 pessoas morreram após apresentarem os primeiros sintomas da doença – 11 mortes confirmadas apenas nas últimas 24 horas. Cento e noventa e cinco óbitos são considerados suspeitos e atravessam processo de investigação em laboratórios ligados à pasta.

Dados da Saúde garantem que metade dos infectados estão sob acompanhamento, enquanto o restante já se recuperou do coronavírus. Aliás, são considerados recuperados aqueles pacientes que receberam alta hospitalar ou cumpriram isolamento domiciliar por 14 dias sem piora do quadro de saúde. Quanto àqueles que precisaram ir até o hospital, conjunto de informações obtidos a partir das redes pública e privada de Minas Gerais confirmam que 1.683 dos pacientes sintomáticos precisaram ser internados para receber o tratamento adequado.

Situação nos municípios

Segunda cidade de Minas Gerais com maior número de casos, Uberlândia, no Triângulo Mineiro, é responsável por três das 11 mortes novas que aparecem no balanço desta terça-feira. Os pacientes que perderam a vida para a doença têm 42, 49 e 67 anos, e faleceram no sábado (30) e no domingo (31). De acordo com a SES-MG, todos possuíam comorbidades anteriores. A cidade contabiliza, hoje, 880 casos de Covid-19, e 21 mortes ocorridas em decorrência da infecção.

A capital Belo Horizonte, primeira no número de casos com 1.861 infectados, recebeu a confirmação de mais dois óbitos por coronavírus nesta terça-feira. Os moradores que faleceram são um homem de 37 anos e uma mulher de 54 e as mortes aconteceram em 20 e 22 de maio – o que aponta para a demora na atualização dos dados da Secretaria de Saúde. Atualmente, são 51 óbitos em BH.

O processo de interiorização da pandemia de Covid-19 em Minas Gerais é principalmente reforçado pelo crescimento na quantidade de cidades que confirmaram ter moradores infectados. Em 15 de maio, o número de cidades atingidas pelo coronavírus era 304. Dezoito dias depois, nesta terça-feira, o número bateu 457, o que representa mais da metade dos 853 municípios existentes no estado.

Atualmente, são 17 cidades com mais de cem casos. Veja quais são: Araxá (117), Barbacena (279), Belo Horizonte (1.861), Betim (129), Contagem (262), Divinópolis (190), Governador Valadares (186), Ipatinga (256), Itabira (255), Juiz de Fora (588), Mariana (230), Muriaé (172), Nova Lima (157), Pouso Alegre (114), Teófilo Otoni (225), Uberaba (193) e Uberlândia (880). Os municípios de Coronel Fabriciano e Jaboticatubas podem somar-se à lista nos próximos dias, uma vez que nesta terça-feira são 94 e 99 moradores infectados nestas cidades, respectivamente.

Onze mortes

As mortes, assim como os casos, não estão concentrados em uma única região e 106 das cidades confirmaram óbitos pela doença. As mortes acontecem principalmente em pacientes com históricos de hipertensão, doença cardiovascular e diabetes, e é predominante entre aqueles com idades acima de 60 anos. Além de em BH e em Uberlândia, os óbitos confirmados nesta manhã aconteceram em Congonhas, Uberaba, Ipatinga, Estiva, Três Corações e Paraisópolis. 

Fonte do link