Cartolagem do Flamengo conseguiu rara metamorfose em menos de um ano



Quem não padece de clubismo, e gosta de futebol, se apaixona por times, não necessariamente o seu.
O que está longe de ser o pecado mortal de virar a casaca, tido como falha de caráter imperdoável para quaisquer torcedora ou torcedor, única troca inadmissível na vida.
Leia mais (12/06/2020 – 23h15)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários