Cama e colchão que protegem barriga ajudam gestantes graves de Covid-19



Dois hospitais públicos paulistas ligados à USP estão testando uma maca e um colchão especiais que podem ajudar na recuperação de gestantes internadas na UTI por Covid-19 que precisam ficar de bruços.

Em muitos casos de insuficiência respiratória grave que exigem intubação, é preciso pronar a paciente, ou seja, deixá-la de barriga para baixo para que o pulmão possa se expandir com a mais eficiência, melhorando o padrão respiratório. Isso significa deixar a gestante nessa posição por até 20 horas. Se a gravidez estiver mais avançada, a mulher ficará deitada sobre o feto, o que pode ser prejudicial.

Ouça o podcast 40 semanas
Leia mais (08/07/2020 – 09h00)

Fonte do link