Brasileiro preso no Egito oferecia consultas sem autorização para exercer a medicina em Portugal



O médico brasileiro Victor Sorrentino -detido no Egito sob acusação de ofender sexualmente uma vendedora muçulmana em um vídeo publicado em suas redes sociais- oferecia consultas em Portugal sem ter o diploma de medicina validado no país europeu.
Leia mais (06/04/2021 – 16h55)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários