Brasil se abstém, e só EUA e Israel apoiam bloqueio a Cuba



Em um novo recuo na agenda ultraconservadora imposta pelo ex-chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, o Brasil se absteve na votação da ONU nesta quarta-feira (23) que decidiu condenar o embargo americano imposto a Cuba há quase seis décadas.
Leia mais (06/23/2021 – 23h33)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários