BR Distribuidora faz funcionário escolher entre demissão e corte de salário

Funcionários da BR Distribuidora relataram à Folha que sofrem pressão para aderir a um programa de demissão voluntária. Segundo eles, a empresa afirma que os funcionários hoje ganham mais que a média do mercado e que quem decidir ficar poderá ser demitido ou ter remuneração reduzida. A companhia, recém-privatizada, não informa qual deve ser o tamanho no corte do rendimento.
 
O chamado PDO (Plano de Desligamento Optativo) foi lançado pela distribuidora no dia 12 de novembro com prazo inicial para adesão dos funcionários até esta terça-feira (19). Depois de problemas técnicos da empresa, o prazo foi estendido para 21 de novembro.
Leia mais (11/19/2019 – 16h37)

Fonte do link