Bolsonaro representa todos os condenados por terem dito o que disseram



Agora que o presidente disse que não disse que a Covid-19 era só uma gripezinha, e que também disse que não existe nenhum vídeo ou áudio onde ele diga isso, abriu-se uma possibilidade para todos os processados e condenados por terem dito o que disseram. Basta dizer: eu não disse.

As gravações e os jornais deixam de ser provas. Já não interessa se foi uma piada, um xingamento ou um fato inconveniente que desagradou alguém. A partir do eu-não-disse bolsonariano, a linha de defesa dos acusados fica muito mais simples. É só negar tudo na moral. —Meritíssimo, o meu cliente disse que não disse. Danem-se os posts, os tweets e os prints. São as palavras deles contra três palavrinhas definitivas. Eu não disse.
Leia mais (11/29/2020 – 16h00)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários