Bebê que contraiu sarampo em BH tomou apenas uma dose da vacina


O bebê de 1 ano que contraiu sarampo em Belo Horizonte mesmo depois de ter sido vacinado havia tomado apenas uma dose da imunização tríplice viral. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), a criança, que é um menino, já está curado da doença. Por se tratar de uma doença de alto grau de transmissibilidade, ainda não foi possível identificar como ele contraiu o vírus.

As crianças precisam de duas doses: a primeira aos 12 meses e a segunda aos 15 meses.

Veja o vídeo abaixo e saiba como se proteger:

O bebê, que frequenta uma EMEI, circulou entre as cidades de Carmópolis de Minas e Contagem, na região metropolitana, durante o período de incubação da doença.

A criança foi atendida em uma UPA. O órgão disse que não há evidência que o bebê tenha transmitido a doença para outras pessoas. Além disso, não foi possível identificar o genótipo do sarampo que a contaminou.

Eficácia

Segunda a SES, dados do Ministério da Saúde indicam que a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, é altamente eficaz. Estudos clínicos detectaram anticorpos protetores em 98% das pessoas vacinadas. Para garantir a proteção, é necessário que o cartão de vacina esteja atualizado conforme recomendações do Calendário Nacional de Vacinação, do Ministério da Saúde.

Outras vítimas 

Segundo a SES-MG, o primeiro caso confirmado é de um italiano, morador de Betim, que viajou recentemente para o seu país de origem e para a Croácia. O homem chegou a ficar hospitalizado, e amostras do sangue dele foram coletadas e analisadas pela Funed. O caso foi considerado como importado.

Outras duas vítimas são um gesseiro, de 25 anos, que mora em Contagem desde o fim de janeiro, quando se mudou de Trindade (PE), e uma adolescente, de 13 anos, portadora de Lúpus, que mora em BH, mas esteve em Porto Seguro (BA) e Almenara em janeiro.

Outros casos

Outros 51 casos da doença estão sob investigação. Das 190 notificações, 135 foram descartadas. 

Fonte do link