Bebê é encontrado morto em saco de lixo no bairro Vila Clóris, em BH


Um bebê recém-nascido foi encontrado morto dentro de um saco de lixo na tarde desta segunda-feira (6) no bairro Vila Clóris, região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Ele foi achado dentro de um caminhão de lixo, momento antes de ser prensado pelo sistema do veículo.

Segundo o tentente da Polícia Militar (PM) Vinicius Reis, quem encontrou a criança foi um coletador da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) da capital. “Um dos lixeiros teria pegado o saco de lixo de cor preta e jogado no caminhão. Mas ele achou curioso o formato do objeto, e resolveu abrir, achando que era um boneco. Mas aí, ao rasgá-lo, constatou que era um bebê, já sem vida”, disse.

“De acordo com o lixeiro, a sorte foi que ele resolveu abrir o saco antes do sistema de esmagamento do lixo do caminhão começar a funcionar. Ele conseguiu travá-lo na hora”, contou.

Uma ambulância do Samu chegou a ser acionada, mas o médico verificou que a criança estava realmente sem vida. Foi possível ver que era o sexo masculino e ainda estava com o cordão umbilical.

Ainda segundo o tenente, os militares conseguiram coletar imagens de câmeras de segurança de algumas casas e estabelecimentos da região, mas ainda é difícil dizer quem poderia ter cometido o crime.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de BH, e o caso será investigado pela Polícia Civil.

Outros casos

Em aproximadamente duas semanas, este é o 3º bebê encontrado abandonado na capital mineira. No dia 22, policiais militares ajudaram a socorrer uma criança encontrada com vida em uma caixa de papelão no bairro Universitários, na região da Pampulha. Após alimentá-la, médicos a deixaram em observação e constataram que ela mantinha boa saúde.

Já no dia seguinte, Uma bebê morreu na manhã desta segunda-feira (23) após ser abandonada em uma lixeira, na região do Barreiro. A recém-nascida, com apenas algumas horas de vida, pôde ser socorrida por uma pessoa que escutou seu chorinho ao passar pela esquina entre as ruas Barão de Coromandel e Benedito dos Santos, na mesma região. Contudo, apesar de ter recebido os primeiros cuidados médicos na UPA Diamante, ela não resistiu e morreu.

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

um × cinco =