Bares do Mercado Central vão funcionar com 40 mesas na rua neste sábado


O Mercado Central, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, vai passar a contar com 40 mesas na calçada da avenida Augusto de Lima para atender os clientes dos bares internos, a partir deste sábado (26), de 11h às 20h. A informação é do superintendente do mercado, Luíz Carlos Braga e foi confirmada pela Prefeitura de Belo Horizonte que informou que o espaço já está licenciado. 

De acordo com Braga, o espaço terá uma área com grade cercada e distanciamento entre as mesas para cumprir as medidas sanitárias de combate ao novo coronavírus (Covid-19). Para entrar no espaço será feita a aferição da temperatura dos clientes. 
Os garçons vão atender do lado de fora e tudo será servido em material descartável.

“O nosso papel foi tentar minimizar a perda. Temos um diferencial de estar em um ambiente fechado. Os bares dentro de chopes e galerias abriram na semana passada. Foi uma forma de auxiliar no potencial maior de venda. Esperamos que tenham retorno. Colocaremos sombrinhas, protocolos de segurança, dando a eles uma oportunidade de ter rotatividade de clientes, tirar o prejuízo. Não são todos, tem bar lá dentro que tem um espaço maior, mas esses que estão indo para fora são bares de passagem, não tem o espaço. Buscamos a alternativa na rua”, explicou o superintendente.

Segundo ele, seis bares vão participar da proposta: O Fortaleza, o Bar da Tia, o Bar da Lora e o bar Zé da Onça. Os estabelecimentos vão servir o cardápio tradicional e com segurança. A expectativa é de um bom movimento.  “Acho que é um espaço que vai pegar, até porque é um glamour e estamos agregando algo diferente. A tendência é o espaço pegar. Se avaliar pela rua Alberto Cintra e todo mundo que colocou mesa na calçada, a tendência é aumentar o movimento, tem tudo para dar certo”, almeja Braga. 

O trânsito no trecho em frente ao Mercado Central será fechado e implementado os desvios pela BHTrans.  “A Prefeitura Belo Horizonte esclarece que foi emitida a licença para a colocação de mesas e cadeiras. Dessa forma, o Mercado Central já está autorizado a fazer a utilização”, informou a prefeitura por nota. 

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezoito − 6 =