Atentar contra democracia é gravíssimo, mas prisão antes de julgamento é exceção, diz Pacheco



O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), considerou nesta quarta-feira (17) gravíssimo os ataques feitos pelo deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). Por outro lado, também criticou a prisão do parlamentar, afirmando que prender alguém antes de julgamento deve ser tratado como “grave exceção”.

Pacheco usou suas redes sociais para comentar a prisão do deputado federal Daniel Silveira. Na noite de terça-feira, o ministro Alexandre de Moraes determinou a prisão do parlamentar, após a postagem de um vídeo no qual ataca com palavras de baixo calão os ministros da Corte e exalta o Ato Institucional Número 5, que recrudesceu a ditadura militar no Brasil.
Leia mais (02/17/2021 – 17h35)

Fonte do link