Aquário do Rio tem exposição sobre óleo em praias, tubarões e sereia



Quem circula pelos corredores do maior aquário da América do Sul nem imagina que, desde a sua abertura em 2016, mais de 3,3 milhões de pessoas percorreram seu trajeto de 470 metros.

Situado ao lado do novo alvoroço turístico do Rio, a maior roda-gigante da América Latina, o AquaRio é uma experiência que, além de entreter, busca educar crianças e adolescentes sobre a vida marinha.

Em uma das ações, por exemplo, uma “sereia” ensina os visitantes sobre as consequências do derramamento de óleo nas praias brasileiras.

“A sereia tem um trabalho muito forte com o nosso time de educação. Não é só para a criança chegar e olhar a sereia: é para ela sair daqui com uma imagem e conhecendo os problemas do oceano, saindo daqui como um agente transformador de conservação. É um programa para a família, para o turista, para o carioca”, disse Raphael Lobo, diretor de operações do local.

Batizada de “A vida no mar pede ajuda!”, a campanha vigora até 31 de janeiro e propõe ao público que “repense alguns hábitos, como, por exemplo, jogar óleo na pia, lixo na praia ou consumir espécies em extinção. Tudo isso impacta diretamente nos ecossistemas marinhos”, diz o biólogo marinho Paulo Salomão, responsável pelo setor de educação do AquaRio.
Leia mais (01/05/2020 – 17h41)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × dois =