Após ataque de Bolsonaro a Bachelet, chanceler chileno defende parceria entre países



Um dia após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) atacar a ex-presidente chilena Michelle Bachelet, alta comissária da ONU para Direitos Humanos, e o pai dela, Alberto Bachelet, o ministro das Relações Exteriores do Chile, Teodoro Ribera, lembrou nesta nesta quinta-feira (5) o volume de recursos de seu país investido no Brasil e disse que as relações precisam transcender pessoas, governos e épocas.

Ribera está no Brasil e fez uma visita nesta manhã ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), antes de uma reunião com o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo.
 
Leia mais (09/05/2019 – 12h16)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro − um =