Após apoiar Lula Livre, João Campos investe no antipetismo para o 2º turno no Recife



Em desvantagem na largada do segundo turno, o deputado federal João Campos (PSB) mudou o tom. Numa encruzilhada imposta pelo novo desenho da disputa eleitoral no Recife, saiu de cena o candidato que prometia oferecer uma proposta a cada agressão sofrida e entrou em ação um João no ataque com forte teor antipetista.

A estratégia de bater com força no PT é considerada pelo PSB a cartada mais importante para vencer a disputa contra Marília Arraes (PT), neta do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes e prima de João Campos. A ofensiva já iniciada é pesada e, segundo fontes da própria sigla, bastante arriscada.

O PT, que nas palavras recentes de João Campos não pode falar em corrupção porque sequer é possível contar nos dedos das mãos a quantidade de pessoas do partido que foram presas por desvios, participa do primeiro escalão do governo Paulo Câmara (PSB) e, até outubro, também do prefeito do Recife, Geraldo Julio.
Leia mais (11/21/2020 – 23h15)

Fonte do link