Alunos de hoje serão formados em mundo revirado pela pandemia



A inquietação entre os profissionais e especialistas em educação pela pandemia do novo coronavírus é justificável. Estamos vivenciando uma revolução à força, jamais imaginada, que levará o mundo a tomar caminhos diferentes, desde já e no futuro. A principal pergunta que precisa ser feita é: qual será a consequência de tudo isso?

Enquanto gestores de políticas públicas, trabalhamos para identificar as oportunidades dessa ruptura na sociedade. Precisamos tirar lições e transformar a educação para transformar o país.

Infelizmente, a educação brasileira, apesar de alguns bons exemplos, incluindo São Paulo, ainda se encontra estagnada no século passado. Enquanto o mundo viveu a revolução digital, ainda temos escolas com lousa de giz.
Leia mais (06/13/2020 – 16h55)

Fonte do link