Algoritmos falham ao tentar prever trajetória de vida de indivíduos

Algoritmos de computador ditam cada vez mais as recomendações de filmes, séries e livros que as pessoas recebem na internet, mas ainda estão muito distantes da capacidade de predizer a trajetória de vida de indivíduos, mesmo quando abastecidos com grande quantidade de dados. No maior estudo já feito sobre o tema, modelos de inteligência artificial foram só um pouco melhores do que uma simples média ao tentar “prever o futuro”.


“É possível que, com mais dados ou tipos diferentes de dados, as previsões poderiam ser mais precisas. Mas acho que ninguém sabe se isso é verdade neste momento”, diz o coordenador do estudo, Matthew Salganik, do Departamento de Sociologia da Universidade de Princeton (EUA).
Leia mais (09/27/2020 – 17h09)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × quatro =