Além Paraíba cancela aulas e fecha centros de saúde por causa da violência

A cidade de Além Paraíba, na Zona da Mata de Minas Gerais, suspendeu as aulas de escolas e creches e o funcionamentos de centros de saúde nos bairros Goiabal e Terra do Santo, nesta terça-feira (21), por causa de episódios de violência nos dois bairros.

“Em razão dos episódios de violência ocorrido no Bairro Goiabal e entorno, levando em conta o bem estar de alunos e moradores, a Prefeitura Municipal de Além Paraíba, entendeu ser prudente não abrir as Escolas Municipais Anna Mattos de Oliveira (Goiabal) e Antônio Martins Fortes (Terra do Santo), assim como as Creches Maria Costa Araújo (Goiabal) e Else de Deus (Terra do Santo). As Unidades de Saúde de ambos os bairros também não funcionarão assim como o CRAS do Goiabal. Não havendo novas intercorrências, as Escolas, Creches, Unidades de Saúde e CRAS retornarão suas atividades na quarta feira, 22 de junho de 2022”, escreveu a prefeitura da cidade em nota nas redes sociais.

No último domingo (19) Paulo Ricardo de Oliveira, de 23 anos, filho do vereador Paulo Henrique de Oliveira (PTC) foi morto no bairro Goiabal e uma pessoa ficou ferida. O jovem levou 8 tiros.
Os militares apreenderam no local do crime, 52 munições deflagradas. Um suspeito do assassinato do jovem foi morto em conflito com a Polícia Militar, nesta segunda-feira (20).

Além disso, traficantes do local estariam ameaçando os moradores dos bairros para retomarem pontos de tráfico de drogas. A Polícia Militar montou uma operação com apoio da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de policiais civis de Minas Gerais e do Rio de Janeiro e apreendeu armas e munições. 

A cidade de Além Paraíba tem cerca de 35 mil moradores. A população demonstrou indignação pelas redes sociais com a situação. 
 

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários