Além de Bolsonaro, Doria multou outras 321 pessoas por transitarem sem máscara no ano

As multas aplicadas pelo governo Doria a Bolsonaro e seu filho Eduardo -além de três ministros e outros deputados- por falta de máscara na motociata de sábado (12) se somam a outras 321 multas recebidas por transeuntes sem máscara e 1.603 em estabelecimentos desde julho de 2020.

No total, foram 7.340 autuações por todos os tipo de infrações às normas do estado contra a Covid-19 no período, enquanto a Vigilância Sanitária Estadual fez mais de 300 mil inspeções, conforme os dados do governo.

Segundo a Secretaria de Saúde, a multa para quem é flagrado em espaços coletivos sem máscara é de R$ 552,71. Já os estabelecimentos pagam R$ 5.294,38 por infrator que descumprir a regra.

Além do presidente, foram autuados o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), os ministros da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, além de deputados.
Leia mais (06/14/2021 – 19h57)

Fonte do link