Agronegócio, clima e China formam o novo tripé da política externa



Impressiona o contraste entre o caos em Brasília e o método no Centro-Oeste ao longo da última década. De Dilma Rousseff a Jair Bolsonaro, o setor do agronegócio saiu reforçado de cada transição política. Pequenas revoluções no campo da logística, maquinaria, genética e capacitação aumentaram a concentração da indústria agrícola na região, que se tornou o motor das exportações brasileiras.
Leia mais (12/27/2020 – 23h15)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários