A Ciência de Interestelar: Dilatação temporal e o Cubo dimensional – O porquê das coisas



Após um tempo, resolvemos gravar um novo “Porquê das coisas”, até mesmo pelo motivo de nossos queridos inscritos sempre nos pedirem para esse “comeback”. E não poderia acontecer em melhor estilo.
Abordaremos pautas extremamente interessantes com inspiração no filme “Interestelar” dirigido por Christopher Nolan. Confira agora mesmo no canal da Fatos Desconhecidos: A Ciência de Interestelar: Dilatação temporal e o Cubo dimensional – O porquê das coisas

LEIA MAIS

http://www.inape.org.br/colunas/fisica-conceito-historia/explicando-fisica-filme-interestelar-parte-i
http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2014/11/1548517-veja-verdades-e-mitos-cientificos-no-filme-interestelar.shtml
https://www.youtube.com/watch?v=3ZJ7veLH3TA – documentário

Interestelar explicado em uma simples linha do tempo [cuidado, contém spoilers!]


http://exame.abril.com.br/ciencia/duas-coisas-que-incomodam-os-cientistas-em-interestelar/

Link original

35 COMENTÁRIOS

  1. No meu entendimento os humanos do futuro que implantaram o cubo dentro do buraco negro são originários do plano B, ou seja, dos humanos que Amélia cultiva no planeta habitável onde ela foi direcionada…penso que os humanos do futuro modificaram o passado, pois nessa perspectiva os humanos da época de Murphy não sobreviveram, pois o plano A não era possível com a teoria e ciência da época.
    Diante desse cenário qual a real necessidade do humanos do futuro se preocuparem tanto com os humanos do passado???
    Desenvolver um tecnologia para manter um buraco de minhoca aberto por tantos anos para possibilitar tal ajuda aos humanos do passado???
    Realmente esses questionamentos possibilitariam um novo longa metragem…quem sabe de uma 6 horas….agradeceria por esclarecer esse bug em minha mente…Essa é minha teoria…

  2. Seria esta primeira dimensão imaginaria como um ponto estático em uma folha de papel imóvel e com o advento de uma linha ou um traço de percurso no espaço tempo a dimensão concreta como o seu cumprimento e outra linha a sua altura a segunda dimensão em um plano e a terceira a profundidade, então podemos imaginar que vivemos fisicamente em 3 dimensões e temporalmente em 4 pois o decorrer do tempo sempre avançando a quarta dimensão inevitável pois ela é continuamente transformadora da realidade momentânea do espaço sem as 4 dimensões do espaço físico….largura altura profundidade e tempo. Como na alegoria Grega do Rio Lete que jamais se repete vivemos o eterno devir ou vir a ser em uma constante de eventos únicos e inescapáveis, um eterno se tornar do filosofo grego Heráclito de Éfeso. Na Grécia Antiga, Lete ou Léthê (em grego antigo λήθη; [ˈlεːt̪ʰεː], grego moderno: [ˈliθi]) literalmente significa "esquecimento". Seu oposto é a palavra grega para "verdade" – Aleteia.

    Na mitologia grega, Lete é um dos rios do Hades. Aqueles que bebessem de sua água ou, até mesmo, tocassem na sua água experimentariam o completo esquecimento.

    Lete é também uma das náiades, filha da deusa Eris, senhora da discórdia, irmã de Algea, Limos, Horcos e Ponos.

    Algumas religiões esotéricas ensinavam que havia um outro rio, o Mnemósine, e beber das suas águas faria recordar tudo e alcançar a omnisciência. Aos iniciados, ensinava-se que, se lhes fosse dado escolher de que rio beber após a morte, deveriam beber do Mnemósine em lugar do Lete. Os dois rios aparecem em vários versos inscritos em placas de ouro do século IV a.C. em diante, em Túrio, no sul da península Itálica, e por todo o mundo grego

    Faço essa analogia pois me aprece que os gregos ou instintivamente ou osmologicamente já tinham uma formulado uma proto ciência ou conhecimento holístico astrolátrico dos Multiversos ou da 5 dimensão no espaço tempo …os Multiversos ou a Multiplicidade de cubos temporais representando o tempo passando através dos cubos para outras realidades paralelas ou universos e realidade possíveis correlatas ao momento em sua temporalidade de forma cíclica e infinita. Para mim os Multiversos ou a Quinta dimensão será a nova fronteira Humana Cientifica e cosmológica pois entendo que pode ser o que chamamos de Infinito na teoria das cordas ou ate mesmo o que os religiosos acreditam ser a essência das almas ou a espiritualidade entre camadas ou mundos paralelos e coexistentes em um multivrerso temporal…Com isso dito especulado pode se imaginar e vou alem conjecturar no futuro a viajem no tempo espaço porem apenas para o futuro não possibilitando o seu retorno ou o retrocesso temporal histórico… Gostaria de saber a sua opinião…o que você acha dessas suposições especulativas a veria a possibilidade de viajem no tempo ou a transcendência física ou meta física humana entre os universos paralelos no multiverso em um horizonte de eventos ou estamos longe deste entendimento pois me parece logico e racional pensar que ainda não sabemos ou descobrimos quase nada sobre o universo físico e a temporalidade da nossa existência….Me responda por favor…Grato.

  3. Se eu pudesse voltar ao passado, gostaria de ver os últimos dias de Jesus, porém acho que eu não poderia interagir no tempo passado, pois o mesmo já aconteceu, eu seria um mero espectador, não conseguiria interagir nem mudar a linha do tempo!!!!!

  4. O filme trás um paradoxo. No momento em que o personagem Cooper entra no hipercubo ele dá a solução do problema para sua filha. Agora fica a pergunta: quem colocou o hipercubo lá? Humanos do futuro? Os humanos não teriam futuro se cooper não achasse o hipercubo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × 2 =