A cela de Luiz Inácio -e a dos Silva



Luiz Inácio foi Silva, mas isso faz muito tempo. Na sentença original, Sergio Moro determinou que, “em razão da dignidade do cargo exercido”, sua cela seria uma “espécie de sala de Estado-maior”. A juíza Carolina Lebbos, revendo a orientação de execução penal, mandou transferi-lo para “cela especial” em alojamento coletivo. A defesa divergiu, alegando que Lebbos “subtraiu” ao condenado o direito de ficar “separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física”. Cada expressão empregada no debate jurídico remete à sorte dos Silva -mas fingimos que não. 
Leia mais (08/10/2019 – 02h00)

Fonte do link