23,6 milhões pagam juro acima da média do mercado; veja como baratear empréstimo

Nos últimos cinco anos, a taxa básica de juros (Selic) caiu mais de 10 pontos percentuais e, como consequência, os bancos passaram a cobrar menos em suas linhas de crédito. Nesse contexto, quem pegou empréstimo no período pode estar pagando preços maiores que os praticados pelas instituições nas condições atuais do mercado.

Uma pesquisa do Banco Central mostra que há espaço significativo para renegociações e portabilidade de crédito.

Segundo o documento, 23,6 milhões de pessoas -18,9 milhões no crédito consignado, 4,2 milhões no financiamento de veículos e 493 mil no crédito imobiliário- desembolsam juros acima da média do sistema financeiro.
Leia mais (06/06/2021 – 16h38)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários